UMA FRASE OU TROVA DIFERENTE A CADA HORA CHEIA:

pensador.info

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

DELÍRIO

Chama que arrefece. Carinho que maltrata.
Afago que fere e sangra. Oração que blasfema. Fé que destrói.
Os milagres palpáveis são contestados.
A promessa quebrada. A certeza em dúvida.
A ambição e a vaidade invejando a simplicidade.
O desprezo abraçando a amizade. A morte carregando a vida.
A paciência apressando a pressa. A falsidade sendo sincera.
A mentira desmascarando a verdade. O defeito criticando a perfeição.
A flor ferindo o espinho. A noite clareando o dia. O ódio ajuizando o amor.
A tristeza consolando a alegria. As folhas direcionando o vento. A canoa sacudindo o mar.
A ira dos deuses não é o bastante. Sofre o inocente, sorri o culpado.
Rasteja o são, anda o aleijado. Castigo para o bom, perdão para o malvado.
Enquanto Deus vigia, o diabo finge dormir.
Somos nós sem credo na mente? Ofertamos um dia ao Pai e seis o fazemos sangrar?
A pequena semente pode arborescer frondosa... ou servir de petisco para o pássaro faminto.
Resta-nos o conforto da salvação eterna.

O sofrimento atenuado pelo bálsamo da mão de Deus.
O prazer de compartilhar os momentos sublimes com quem se ama.
- Texto extraído do Livro O Útero de Deus - (o suplício de Jeron na segunda morte)
Não é a mentira que tem pernas curtas, e sim, a verdade que voa.

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Um livro numa estante é como um pássaro numa gaiola.

O TEMPO CURA

As grandes ideias, antes de serem elogiadas, foram aviltadas.
Uma ideia, por mais maluca que hoje pareça, amanhã poderá estar, totalmente "curada”.