UMA FRASE OU TROVA DIFERENTE A CADA HORA CHEIA:

pensador.info

segunda-feira, 29 de março de 2010

sábado, 27 de março de 2010

Atualmente somos nós as “velhas corocas”, que se acotovelam nas “janelas” e tagarelam com o mundo.

terça-feira, 23 de março de 2010

EVOCAÇÃO

Solta, a voz, o canto, ao santo, entoa.
Salta, na foz, a gazela, singela, à toa.

Morre no precipício... o recado torto.
Corre, num rabisco, o pecado ao corpo.

Busco na conduta, o encontro do amor.
Justo na disputa, no confronto da dor.

Calo as poesias de maldades... falsas.
Cato heresias nas cidades... incautas.

Fomos caricaturas do bem e do mal.
Somos as criaturas, que vêm no final.

Fogos de artifícios iluminam o céu.
Rogos de confiscos impetram ao léu.


Visto as sandálias da verdade, em vão.
Listo migalhas de saudade no coração.

Adiarei a morte ao pressentir a vitória.
Odiarei a sorte, se não conseguir a glória.

Vou guerreiro repentino em aventura fugaz.
Sou derradeiro peregrino, à procura da paz.

...

sexta-feira, 19 de março de 2010

quarta-feira, 17 de março de 2010

Realmente viajar pelas rodovias brasileiras é um perigo constante.
Quando não há animais no meio da pista, têm alguns ao volante.

terça-feira, 16 de março de 2010

ELEIÇÕES ...

Cabo eleitoral é aquela pessoa aliciada, que acha que você não tem opinião formada - assim como ele - pois insiste para que você se sujeite – assim como ele - à submissão de seu líder partidário... Esquecendo que o voto é LIVRE, INDIVIDUAL E INTRANSFERÍVEL.

sábado, 13 de março de 2010

ETIQUETA DO CRIME... !?


Dicas de como se comportar durante um assalto... ???!!!

Pasmem...! Foi isso mesmo que ouvi...!
A Sociedade precisa, sim, exigir leis severas do Legislativo e não dicas de como se comportar diante de uma arma.
O Legislativo precisa trabalhar “alterando as leis” para que a Justiça não seja obrigada a soltar um réu confesso. E nada de deixar “brechas” nem expor a aberração de que tem de ser reincidente!!
A Sociedade exige que o trabalho seja bem elaborado - partindo da prioridade para o supérfluo - e acabar com essa brincadeira de discutir onde se pode fumar (sem proibir a fabricação?!) – qual o percentual de gorjeta que se deve dar ao garçom...! E tantas outras babaquices.
Estão cuidando da unha encravada enquanto o câncer se alastra.
Dizem que bandido não tem nada a perder... Triste engano. No mínimo tem a vida.
Alguns têm iates, mansões, fazendas, etc...
É nesse pescoço que a Lei deve amarrar a corda.
Ou será que muitos têm medo de morrer pela própria forca?
...

quinta-feira, 11 de março de 2010

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO

Como é difícil interpretar corretamente o que se ouve quando se tem um pé atrás.
Um senhor não pôde entrar na agência bancária calçando a sua bota porque na mesma continha um “artefato” que travava a porta de “segurança”. O banco será processado? (Caso fosse uma bomba que entrasse por este “artifício”, explodisse e matasse muitos... todos iriam reclamar da falha na segurança do banco. O banco seria processado? (Sem saída?) (Ponderar - diz um.) (Quem se arriscaria a examinar o artefato?) (Chamar o esquadrão anti-bombas ou entrar sem as botas?)

Um rapaz se posta deitado no meio da rua, protestando contra alguma coisa (todos protestam) e é retirado à força, já que “por bem” ele não sairia, e reclama. Com que direito ele deitou no meio da rua impedindo milhares de pessoas de cumprirem seus compromissos? (Muito óbvio: o Direito foi desrespeitado. Direito de quem? – do estudante ou dos motoristas que esperavam?)

Agora estão querendo que o Presidente meta o bedelho onde não é chamado. E dizem que ele comparou alhos com bugalhos. Ele já fez greve de fome. Várias vezes - me parece. Muitas delas por necessidade mesmo. Só uma por revolta. Ele esqueceu o Padre do São Chico... esse sim, serviria de comparação.
Porém ele quis mostrar a insensatez, o disparate que ocorreria se a greve de fome fosse usada como ameaça a outrem.
Estaríamos perdidos:
- Mãos ao alto... é um assalto... passa o dinheiro senão faço greve de fome.
- Patrão, quero aumento... imediatamente... senão...
Mais ou menos isso que o Presidente quis dizer e nunca comparar.
A fala do Presidente:
"Temos de respeitar a determinação da Justiça e do governo cubanos. A greve de fome não pode ser um pretexto de direitos humanos para liberar as pessoas. Imagine se todos os bandidos, presos em São Paulo, entrarem em greve de fome e pedirem liberdade?” - perguntou.
Entre todas as palavras contidas no texto acima (respeitar, Justiça, governo cubano, pretexto...). Todos ouviram apenas uma: “Imagine” e lascaram como: “Seria o mesmo”.
E caíram de boca no prato de... sopa.
...

quarta-feira, 10 de março de 2010

Os dinossauros, os maiores predadores da Terra, foram extintos... agora é a vez do homem.
...

terça-feira, 9 de março de 2010

VEM SER

Nascemos puros.
Sorrimos fácil.
Assistimos incrédulos.
Desconfiados... crescemos.
Contaminados...
adultos nos tornamos.
Impugnamos o meio.
Revoltados, lutamos e vivemos.
E no final, indignados, morremos...
constatando o óbvio:
fomos o que concebemos.
...

quarta-feira, 3 de março de 2010

EXPOSIÇÃO DE FOTOS DA SOCIEDADE

Não vou aqui expor imagens, pois a mente é fértil e as revelarão tais quais elas são. Algumas coloridas e muitas em preto e branco, dado o grau de penúria que representam.

Primeira sequência de fotos:
Castelos... Mansões... Casas populares... Casebres... Família sob o viaduto.

Segunda sequência:
Transatlântico de Turismo no mar azul... Iate a vela... Carro esporte numa estrada... Veículo velho com o bagageiro lotado... Carroça com um cavalo magro... Carrocinha de recolher lixo reciclável, puxada por um ancião.

Terceira sequência de fotos:
Criança corada, sorrindo... Criança séria, em dúvida... Criança suja, sem roupa... Criança magra, triste... Criança chorando de fome.

Quarta sequência de fotos:
Cobertura de um hotel com as mesas recheadas de alimentos...
O pescador em seu barco recolhendo a rede...
O povo apressado indo para o trabalho...
Um mendigo sentado na praça...
Um assalto à mão armada...
Um corpo caído...
Muita gente olhando...
A polícia chegando...
As pessoas se afastam...

Todos viram as fotos.

Todos viram as costas.
...

segunda-feira, 1 de março de 2010